Quarta-feira
21 de Novembro de 2018 - 

News

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,76 3,76
EURO 4,28 4,29
LIBRA ES ... 4,82 4,83

Previsão do tempo

Hoje - Contagem, MG

Máx
23ºC
Min
17ºC
Pancadas de Chuva

Quinta-feira - Contage...

Máx
26ºC
Min
17ºC
Pancadas de Chuva a

09/11/2018 - 12h52Torcedores denunciados por tentativa de homicídioCrime ocorreu em março deste ano contra torcedor do time rival

Em decisão publicada no último dia 26 de outubro pelo 1º Tribunal do Júri de Belo Horizonte, o juiz sumariante Marcelo Fioravante acatou a denúncia do Ministério Público, oferecida contra cinco torcedores da Galoucura, acusados de tentativa de homicídio contra um torcedor do Cruzeiro, no dia 3 de março de 2018. Na mesma decisão, o juiz manteve as prisões contra os denunciados Alan Betti Cardoso, Diego Felipe de Jesus, Marcos Vinícius Oliveira e Daniel Tavares de Sousa, e ainda decretou a prisão de Renato Concórdia da Silva, vulgo “Renato Pretão” ou “Bilico”,  identificado posteriormente, em imagens de vídeo, como um dos que desferiram o maior número de golpes na vítima, quando esta já estava descordada. Ao justificar a medida cautelar de prisão, o juiz Marcelo fioravante observou que nenhuma das outras cautelares previstas no art. 319 do Código de Processo Penal (CPP) é suficiente para afastar a prisão preventiva dos denunciados, requerida pela autoridade policial e o Ministério Público. Ele destacou a gravidade da conduta delituosa, das condições pessoais dos envolvidos e das próprias circunstâncias em que tudo aconteceu, lembrando que os denunciados foram identificados, por  meio de imagens, depoimentos e documentos, como sendo os integrantes da torcida organizada Galoucura, que protagonizaram as agressões contra a vítima Cloves Schuartz Henriques de Souza Neves, integrante da Máfia Azul. Considerou ainda que deverão ser ouvidas em juízo a vítima e as testemunhas dos fatos, o que evidencia a necessidade de que seja decretada a segregação cautelar requerida pelo menos por enquanto, “por inequívoca conveniência da instrução processual e para regular manutenção da ordem pública”. A decisão contemplou ainda o pedido do Ministério Público para extração de cópias dos autos e posterior envio à DEPOL, visando à continuação da investigação em relação aos acusados Jonas André dos Santos, Josimar Júnior de Souza Barros, Eduardo Douglas Ribeiro de Jesus, Jorge Rodrigo de Oliveira Silva e Carlos Eduardo Vieira dos Santos, para apurar eventual participação dos demais envolvidos neste e em outros crimes, inclusive contra o Estatuto do Torcedor. Também por esse motivo, manteve as medidas cautelares anteriormente decretadas contra esses acusados.
09/11/2018 (00:00)
Visitas no site:  575907
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia

Contate-nos

Frederico Teotônio - Advocacia & Consultoria Jurídica

Av. José Faria da Rocha  1.684  3º Andar
-  Eldorado
 -  Contagem / MG
-  CEP: 32315-040
+55 (31) 3991-5700+55 (31) 9177-9896
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.